Imunidade em Alta

Os benefícios da suplementação de lisina

Redação: Herpes Sem Crise /
Atualizado em: 24 de Maio de 2021 às 16:09
Colaboraram neste conteúdo: Dra. Analia Viana Dermatologista | CRM 52906654 Graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro Membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia
Os benefícios da suplementação de lisina

É comum que quem já manifestou sintomas do herpes volte a tê-los novamente, o que é chamado de nova crise ou recidiva. Elas acontecem em 50% a 70% das pessoas afetadas e podem ser desencadeadas por estresse, exposição excessiva ao sol, alterações hormonais e baixas na imunidade.

Essas novas crises ocorrem porque, uma vez que conseguiu entrar, o vírus do herpes não é eliminado do organismo, mas se aloja nos nervos próximos da sua porta de entrada e fica latente, esperando uma oportunidade para voltar à ativa.

Felizmente há uma forma de fazer com que a ocorrência de novas lesões seja menor: a suplementação de um aminoácido essencial chamado lisina, que inibe indiretamente a replicação do vírus HSV, causador do herpes. Isso acontece porque a lisina compete com a arginina, um aminoácido vital para a replicação desse vírus.

A maioria das pessoas consome quantidades adequadas de lisina por meio da dieta, estando ela presente em altos níveis em alimentos como ovos, carnes, peixes, frangos, legumes, queijos e leite. Por outro lado, milho, trigo, coco, chocolate e amendoim devem ser evitados por causa da quantidade de arginina.

Se você busca ter uma alimentação rica em lisina e outros nutrientes importantes, mas mesmo assim não consegue obter o suficiente, pode apostar na suplementação com lisina. Procure seu médico para que ele indique o melhor tratamento.

A principal indicação do tratamento medicamentoso com lisina é a prevenção de lesões nas pessoas com episódios frequentes de herpes. Nesses casos, o medicamento em geral é administrado por períodos mais prolongados, respeitados os efeitos colaterais e as indicações, sempre com acompanhamento de um médico.

A reposição de lisina em doses altas demonstrou tanto um aumento no intervalo das crises como a diminuição dos sintomas e do tempo de cicatrização quando as lesões se manifestam.

Você Sabia?

Atenção

Atualização da Política de Privacidade

O Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. se preocupa com a sua privacidade e quer que você esteja familiarizado com a forma como coletamos, utilizamos e divulgamos suas informações.

Coleta de Informações:

Alguns dados pessoais podem ser solicitados para que você se beneficie de nossos serviços ou programas. Sempre que obrigatório por Lei, seu consentimento será solicitado. Você também poderá exercer seus direitos em relação a seus dados por meio do nosso Canal de Comunição.

Segurança:

Empregamos os melhores esforços para respeitar e proteger seus dados pessoais contra perda, roubo, vazamento ou qualquer modalidade de uso indevido, bem como contra acesso não autorizado, divulgação, alteração e destruição.

Canal de Comunicação:

Para assuntos exclusivamente relacionados à privacidade de dados, clique aqui.

Para outros assuntos, clique aqui.

Política de privacidade, clique aqui.